Como vender imóveis online: negociações e vendas imobiliárias no meio digital

como vender imóveis

Vivemos atualmente na Era da Informação. Com o surgimento da eletrônica no século XX, a informática foi desenvolvida e tivemos diversos avanços tecnológicos na área de comunicações. Enviar mensagens e trocar informações nunca foi tão fácil como é hoje.

Uma pesquisa do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) de 2018, aponta que 67% dos domicílios brasileiros possuem acesso à internet, um aumento de 6 pontos percentuais se comparado ao ano de 2017 (61%). Já o número de usuários de internet no Brasil é estimado em 126,9 milhões de pessoas, representando 70% da população, contra 67% no ano anterior. Esses números nos mostram que, apesar de a internet ainda não ser utilizada por todos, seu alcance vem aumentando ano após ano.

Com o constante crescimento no número de usuários, os meios digitais vêm sendo cada vez mais incorporados no nosso cotidiano e as empresas tem utilizado essa rede como forma de divulgação de seus produtos e serviços. E o mercado imobiliário não é diferente.

 

Como fazer vendas digitais no mercado imobiliário?

 

Nos últimos anos, as construtoras passaram a investir cada vez mais nos meios digitais como forma de mostrar e vender seus empreendimentos. Isso vem crescendo de tal forma, que o meio digital se tornou a principal fonte de buscas por imóveis. Esse fato é ainda mais importante considerando o contexto de isolamento social em que estamos, ou seja, os canais digitais se tornarão cada vez mais importantes para as vendas de imóveis. Considerando o contexto de isolamento social em que estamos, esse crescimento se mostra ainda mais importante.

Uma pesquisa da Brain Inteligência Estratégica sobre os impactos do COVID-19 no mercado imobiliário mostra que a busca de imóveis de forma presencial foi a mais afetada, com 93% dos empresários entrevistados, sendo que a busca por telefone sofreu impactos para 45% dos respondentes e a busca online para 38%. Esses dados mostram que os canais digitais têm se tornado cada vez mais essenciais para as vendas de imóveis.

Contudo, além das buscas online, as empresas têm que se adaptar ao meio digital. Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a MRV é um dos destaques do setor durante a crise trazida pelo COVID-19. A construtora possuía um projeto de vendas online em Belo Horizonte que acabou sendo ampliado para todas as cidades em que atua. De acordo com a empresa, só o faturamento das vendas digitais no primeiro trimestre chegou a quase R$160 milhões.

Algumas construtoras já realizam todo o processo de venda de forma online, desde a apresentação do imóvel ao fechamento do contrato. Para conhecer o imóvel, tecnologias como realidade aumentada e fotos 360 graus permitem ao comprador visitar os imóveis de forma virtual, sem precisar sair de casa, otimizando seu tempo e, consequentemente, diminuindo o tempo de compra do imóvel. Já o fechamento do negócio pode ser feito com o uso de assinaturas digitais e a tecnologia blockchain para segurança e confiabilidade dos contratos.

As empresas que já prestavam atendimento ao cliente de forma digitalizada, seguramente, são mais capacitadas para lidar com esse processo, conseguindo uma retenção maior da carteira.

É importante lembrar que, em meio à “transformação digital”, algumas ações que já eram bem desenvolvidas anteriormente ao cenário do isolamento social, fizeram com que algumas empresas estivessem mais bem preparadas em um momento em que a venda online é um grande diferencial. Por exemplo, o cadastro digital bem feito e regularmente atualizado de seu cliente, com contatos, e-mail, whatsapp e redes sociais, possibilitando um diálogo direto e personalizado por meios digitais.

Então, o fundamental para ter uma estratégia digital é estar preparado para utilizar essas tecnologias, digitalizando a empresa de forma adequada. É necessário, no mínimo, possuir equipamentos físicos, programas para gerenciar as informações, treinamentos e pessoal capacitado para gerenciar as informações dos clientes. Assim, por tamanha complexidade do processo, ele não pode ser feito de um dia para o outro, é necessário estar preparado e sistematicamente organizado para fazer as vendas digitais.

 

Quer saber mais sobre Negociações imobiliárias no momento atual? Clique aqui e inscreva-se para a aula online ao vivo e GRATUITA com o sócio-diretor da Brain Inteligênica Estratégica, Marcos Kahtalian, que acontecerá dia 13/05, às 17h.